Informação

Nome: António Leonel Vilar Nogueira Sousa
D. Nascimento: 13-04-1980
Altura (Mt): 1.84
Peso (kg): 79
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Lourosa
Posição: Defesa Central
Número da Camisola: 13
Clube: SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

Ultras Tonel

Os Ultras Tonel são um grupo de amigos que vê no jogador António Leonel um excelente central, que demonstra em todos os jogos a sua garra de leão. Quando o vimos ser apresentado de leão ao peito não imaginaríamos que viria a ser um pilar da "nossa" defesa. No entanto, com o passar a época agarrou as hipóteses dadas e tornou-se com Polga um dos principais chefes da defesa leonina. Foi, assim, crescendo a empatia entre nós e o Tonel, de modo que após o golo frente ao Estrela da Amadora que nos deu a vitória, tivemos a ideia de criar um estandarte e percorrer Portugal (e não só) com a equipa do SPORTING!

Força Tonel! Estaremos Sempre Contigo!

Mail: antonioleonel13 ARROBA gmail.com

Vídeos

Loading...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Duelo de irmãos

O normal seria que sportinguistas e benfiquistas dedicassem todo o seu ressentimento ao Porto. Mas, verdade seja dita, nem um nem outro conseguem mudar de hábitos. É para o vizinho da Segunda Circular que guardam todas as suas energias. Foram eles que dividiram, durante décadas, todas paixões. O FCP, nesta matéria, não passa de um novo-rico acabado de chegar à alta-roda da bola.

E os dois são filhos da mesma cidade, irmãos de sangue. Um tem a arrogância das maiorias. Apesar de não existir para lá de Badajoz, continua a julgar-se um imperador, mesmo depois de o Império se ter perdido. As derrotas não o diminuem porque só podem resultar de uma injustiça: a de os factos não reconhecerem a sua glória. O outro tem a arrogância das minorias. É um clube exclusivo, "british" no nome e na alma. Aburguesou-se, perdeu a patine e dedicou-se aos negócios em vez de viver, como se quer de um cavalheiro, dos rendimentos. E sofre, por isso, dividido entre a nostalgia de um tempo em que nenhuma derrota lhe afetava o puro sangue e o pragmatismo de quem sabe que cada derrota entra no livro do deve e haver das suas finanças.

O Benfica é excessivo, megalómano e exibicionista. O Sporting é contido, discreto e melancólico. O Benfica é autocomplacente e narcísico, mesmo depois de uma derrota. O Sporting é autocrítico e deprimido, mesmo depois de uma vitória. O benfiquista detesta a arrogância aristocrática do sportinguista. O sportinguista não suporta a fanfarronice saloia do benfiquista. Amanhã jogam os dois. Pode até ser que o Porto ganhe o título. Mas isto é um outro campeonato. É uma coisa nossa. E é a coisa que agora mais nos interessa.

AutorDANIEL OLIVEIRA 
Data: Sexta-Feira, 20 Fevereiro de 2009 - 18:01

Record On-Line

Não tem nada a ver com o Tonel, mas está tão bem escrito que não poderia deixar passar em claro. Bom trabalho, Daniel Oliveira

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Belém!

Após dois anos de rumaria ao estádio do Belenenses (por sinal, um estádio que gosto bastante pela sua localização com o rio Tejo na frente), este ano não estaremos presentes.

E porquê? Porque se é para ganhar, nós não podemos ir! Em 2007 empatámos 0-0 e em 2008 perdemos 1-0. A culpa é nossa e por isso ficaremos no sofá (Estou a tirar a pressão de cima da equipa, "a la José Mourinho"). Se tiverem que culpar, culpem-nos a nós!

Mais um jogo para começar do banco, mas se entrares espero que demonstres a qualidade que tens para voltares a titular! Há ai jogadores na defesa que coitadinhos... nem de gatas lá vão!

Força SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!
FORÇA TONEL!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Central Goleador

129 cantos. 1 Golo. Quem? António Leonel - TONEL!

Central goleador

Tonel é, de entre os centrais do plantel leonino, aquele que revela maior tendência goleadora, com natural destaque para o desempenho alcançado no jogo aéreo em sequência de lances de bola parada. O golo que apontou, após canto de Rochemback, na jornada inaugural, diante do Trofense, foi o décimo no campeonato com a camisola do Sporting.

Só há cantos de cisne
JEAN-PAUL LARES

O Sporting é, nas 17 jornadas já disputadas, a equipa da Liga Sagres que beneficia de maior número de cantos, mas a falta de eficácia nos lances de bola parada atinge níveis gritantes no reino do leão. Nos 129 cantos apontados pela formação verde e branca, apenas o primeiro de todos, na ronda inaugural, resultou em golo. Foi ante o Trofense, após cobrança de Rochemback que resultou numa bela cabeçada de Tonel. Desde então, não mais o Sporting foi capaz de converter em golo um tipo de lance que num passado recente foi fonte de sucesso para as suas cores.

Agora, apesar das diversas soluções tentadas - Rochemback, Romagnoli, João Moutinho, Miguel Veloso e, mais recentemente, Simon Vukcevic - , já lá vão 128 cantos sem qualquer sucesso.

Uma das potenciais causas para a falta de impacto dos pontapés de canto poderá assentar na ausência de Tonel. O central é uma das principais armas no jogo aéreo em lances de bola parada, mas não tem sido chamado ao onze inicial em que desde 2005 é parceiro habitual de Anderson Polga.

In Ojogo.pt - 11/02/2009

O prometido é de vidro

Cá está o estandarte a aparecer na reportagem da SIC... 


São os nossos 3 míseros segundinhos de fama :) (ou se calhar nem tanto)


segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Onde está o Wally?

No resumo feito pela Sic, aparecemos num centímetro quadrado com o estandarte no ar!

Fica o desafio... onde está o Wally? (Where's Waldo?)

Para verem onde estamos carreguem na foto mais abaixo!

Amanhã o Saco, colocará o vídeo! Ou não...

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Estão a matar o Sporting!

Mais um jogo, e a história que tenho para contar é que o Tonel mais uma vez agradeceu o apoio e nos acenou. Obrigado Capitão.

Foto do Tonel a acenar para nós, lá atrás! In Record.pt
Ignorem o fantoche do Veloso.

Quanto ao resto, o título desde post diz tudo.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A4

AVISO URGENTE! Se for para o Porto vá de...



pela...


"Capitão"

Mais uma grande "entrevista" depois do jogo com o porco, falando de um tema ainda quente chamado Menina Veloso! Amanhã comento com mais calma o jogo desta noite!

Tonel, central do Sporting, depois da vitória sobre o F.C. Porto (4-1), no Estádio de Alvalade, em jogo da meia-final da Taça da Liga:

«Não foi uma vitória fácil, tornámo-la fácil. Entrámos bem no jogo, tínhamos o jogo perfeitamente controlado, sofremos um golo numa distracção nossa. Numa falta fomos apanhados em contra-pé, não devia ter acontecido, mas a verdade é que facilitámos ali uma fracção de segundo e deu golo. Foi completamente contra a corrente do jogo, mas continuámos a trabalhar, continuámos em cima do F.C. Porto, a ter posse de bola e a criar oportunidades e o avolumar do resultado foi fruto do que fizemos e não do que o F.C. Porto deixou fazer».

Acha que o F.C. Porto ao apresentar esta equipa desvalorizou o jogo?
«Não acredito nisso, porque o F.C. Porto é uma equipa organizada, tem um plantel de 24 ou 25 jogadores, não são só onze. Estes jogadores podiam não estar nas melhores condições em termos de ritmo, mas em termos de vontade de ganhar o jogo, tinham-na toda».

Mas o F.C. Porto desvalorizou a Taça da Liga ou não?
«Eu acho que não. Quis motivar os jogadores, aqueles que não jogam tanto têm uma motivação extra em relação àqueles que jogam mais vezes. O F.C. Porto tentou dar minutos a esses jogadores, fazer uma gestão do plantel com jogadores com uma grande motivação. Mas a verdade é que fomos mais fortes».

O Sporting está na final, e agora?
«Agora é esperar pela final, temos um jogo já no domingo [Sp. Braga] e é nesse que temos de estar focalizados».

O Sp. Braga costuma dar trabalho aos grandes, espera dificuldades?
«É uma equipa que defende bem, que se organiza bem, tem um treinador que conhece bem o futebol português. Vamos ter um jogo complicado, mas esperamos vencê-lo com a ajuda de todos».

José Gomes fez criticas à arbitragem, como é que avalia a arbitragem de Carlos Xistra?
«Foram dois penalties, mas o facto de serem dois tem que os marcar. De resto, quanto ao jogo, não me parece que tenham havido lances que tenham gerado muitas dúvidas. Não vi na televisão, mas dentro de campo dou todo o benefício da dúvida ao árbitro. Pelo facto de haverem dois penalties quer dizer que foi mal arbitrado?».

Tonel, defesa do Sporting, considera que Miguel Veloso vai ultrapassar o momento difícil que está a viver no clube e acredita que, com a ajuda dos companheiros, vai voltar a conquistar o seu lugar na equipa. O jovem médio foi notícia por ter faltado a um treino a meio da semana, depois de gorada a sua transferência para o futebol inglês.

«São coisas que fazem parte do futebol, não são boas para o futebol, mas fazem parte. A verdade é que o Miguel ficou cá, já passou e agora está mentalizado em treinar e voltar a jogar quando for útil à equipa. Não ficámos chocados, de maneira nenhuma», começou por destacar o central depois da vitória sobre o F.C. Porto na Taça da Liga.

O defesa garante que o plantel não ficou chocado com a atitude de Miguel Veloso e garante que vai fazer tudo para ajudá-lo a voltar a ser opção para Paulo Bento. «É evidente que sim, é um elemento do nosso plantel, conta com todo o nosso apoio. Agora tem de fazer por ele, os colegas estão lá para ajudá-lo, mas tem de ser o esforço dele, tem que sair da vontade dele. E vai sair com certeza, nós estamos apostados em recuperá-lo para tornarmos a ver o Miguel em grande», acrescentou.

Tonel voltou a ser titular esta noite ao lado de Polga, depois de na Liga ter perdido o lugar para Daniel Carriço. «Tenho-me sentido bem, estou a trabalhar, estou apostado em recuperar o lugar, mas isso não depende só de mim. Não posso dizer que estou num grande momento de forma, não tenho feito jogos para isso. Neste últimos três meses fiz um jogo, com este dois, mas estou a sentir-me bem e a caminhar para o meu melhor», comentou.

In Maisfutebol.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Jogo duplo

Curiosidade apenas. Viram hoje o jogo duplo, programa da RTP1? Uma das perguntas era mais ou menos isto:

"Qual é o jogador que se chama António Leonel Vilar Nogueira Sousa?"

A. Não-me-recordo
B. Maniche
C. Tonel

Todos os concorrentes acertaram. Presumo que por exclusão de partes.

Sai liedson entra Tonel!

Estranho não? Também me parece, mas tem o seu quê de razão.

Infelizmente o levezinho está arrumado durante 15 dias e como, mais uma vez infelizmente, é o único que marca golos de cabeceamento, só vejo como hipótese colocar o António na frente a cabecear umas bolas para o fundo das redes. Um jogador que já marcou de cabeça, de joelho e até de calcanhar merece todo o respeito na frente de ataque da equipa de Paulo Bento. Pior que Tiui (coitado, não tem culpa de ter vindo para um clube tão grande) e Postiga (ok, esforçado e tal mas marcar golos... tiui) não fará. Diria que estará uns furos acima de Djaló (ainda a recuperar de lesão) e de Derlei claramente em final de contrato e de profissão (mas ainda nos vais dar alegrias).

Após um jogo com 20 cantos e mais uns tantos livres à entrada da àrea, infelizmente não temos ninguém (excepto liedson como referi segundos antes) que marque a diferença. Se o Paulo não quer tirar o Polga (eterno campeão do mundo, mesmo quando pede para sair e não sai) então que aproveite a saída do liedson e meta o Tonel.

Ok, já estou a divagar um pouco... há certos jogadores modelo na equipa do Sporting que me põe nervoso!

Volta Tonel. Só peço isto, um golo.

Estou louco. É certo.