Informação

Nome: António Leonel Vilar Nogueira Sousa
D. Nascimento: 13-04-1980
Altura (Mt): 1.84
Peso (kg): 79
Nacionalidade: Portuguesa
Naturalidade: Lourosa
Posição: Defesa Central
Número da Camisola: 13
Clube: SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

Ultras Tonel

Os Ultras Tonel são um grupo de amigos que vê no jogador António Leonel um excelente central, que demonstra em todos os jogos a sua garra de leão. Quando o vimos ser apresentado de leão ao peito não imaginaríamos que viria a ser um pilar da "nossa" defesa. No entanto, com o passar a época agarrou as hipóteses dadas e tornou-se com Polga um dos principais chefes da defesa leonina. Foi, assim, crescendo a empatia entre nós e o Tonel, de modo que após o golo frente ao Estrela da Amadora que nos deu a vitória, tivemos a ideia de criar um estandarte e percorrer Portugal (e não só) com a equipa do SPORTING!

Força Tonel! Estaremos Sempre Contigo!

Mail: antonioleonel13 ARROBA gmail.com

Vídeos

Loading...

domingo, 11 de março de 2007

SPORTING 3 - 1 Estrela

Um jogo bastante agradável de se assistir! O resultado foi justo e talvez tenha pecado por ser pouco para o nosso lado(aqueles 2 remates de Romagnoli aos postes...).
Fomos outra vez saudados pelo Tonel que nos fez sinal na entrada da segunda parte e no golo quando Djaló foi festejar mesmo à frente do Saco que tinha o estandarte bem levantado!
De salientar os dois excelentes golos de Djaló. Em ambos demonstrou uma frieza na altura do ultimo remate, sendo que no primeiro golo apontado por ele, o facto de ter quase sentado o guarda redes do Estrela pareceu um toque de génio.

In O Jogo
6 Tonel
Travou um duelo intenso com Moses, saindo algumas vezes maltratado dos lances que protagonizou com o ganês. Contudo, nunca se intimidou perante as acções menos ortodoxas do adversário, procurando impor a sua vontade. Esteve quase sempre em bom plano no capítulo do passe, conseguindo criar algumas clivagens na estrutura defensiva do Estrela com lançamentos para as costas da defesa. A excepção na certeza do endosso aconteceu no lance que deu o golo dos tricolores: foi de um passe seu - demasiado puxado - para Miguel Veloso que resultou o contra-ataque do Estrela finalizado por Moses.


In A bola
Tonel 6
Um passe algo precipitado, na direcção de Miguel Veloso, resultou no golo de Moses, na única oportunidade do Estrela. Uma das principais vítimas da agressividade, por vezes na fronteira com a violência, de Moses. Resistiu a responder na mesma moeda.

Sem comentários: